Política de privacidade

Estes dados são registados informaticamente e destinam-se única e exclusivamente para contacto por parte desta entidade.

Artigo

Saúde

A caminho dos 43

Por Luís Filipe Borges

03.05.2020 | 0 Comentários | 1 Likes

A caminho dos 43 com o credo na boca e ovos na mão

Ainda estou longe de recuperar a forma antiga. Nestes primeiros meses do ano tenho tido a companhia dum PT frio e implacável: o meu Samsung. Nomeadamente a app que permite analisar quantos passos diários acumulei e quantas calorias
mandei dar uma volta ao bilhar grande. Ajuda. A meta são os 10 mil e aconteceu uma coisa mirabolante: estou a ficar viciado em caminhada; eu, um escriba tão adepto do sedentarismo que fazia 400 metros de carro só p’ra ir ao café.
Já o retorno às piscinas fez-me sentir idoso. O que costumava ser um km a deslizar em 30 minutinhos tornou-se numa empreitada de uma hora com duas escalas para retomar o fôlego e procurar debaixo de água um dos pulmões. Mas o caminho faz-se caminhando, não é? E a piscina faz-se nadando.Há dias houve um choque súbito via redes sociais. Um grande amigo publicou um post onde apareço após um almoço ultra-saudável no Cru, em Birre. Comentário duma moça: “o Boinas está tão velho, não o via há imenso tempo”. Resposta pronta do diabinho que habita o topo do meu ombro directo: e tu estás mais magra… mas também é verdade que nunca te vi mais gorda.

De resto ainda não tive coragem para voltar ao ginásio mas estou com a disciplina boa de duas futeboladas semanais. Os reflexos continuam lá, a vontade também, e há melhorias claras. Mas de vez em quando os meus joelhos fazem lembrar os velhos dos Marretas, a discutir de forma acérrima sobre
um ponto com o qual é impossível ambos concordarem, e vai cada um p’ra seu lado. Na alimentação desenvolvi um hábito: uma vez por dia, ou o almoço ou o jantar é composto por 3 magníficos ovos: ou cozidos ou mexidos, em ambos os casos sem sal. E dizia a minha mulher que eu não sabia fazer nada da cozinha, pffft.
No entretanto ofereceram-me aulas de surf, experimentei canyoning pela primeira vez e fui à escalada. Mas deixo estes relatos para o mês que vem. Quando já tiver sarado as feridas e só restarem um arranhão ou dois.

Comediante, Argumentista, Açoriano, Benfiquista (não necessariamente por esta ordem)
Luís Filipe Borges

Guarda-redes Amador

Nadador Incansável

Frequenta o ginásio com tremendo masoquismo

Gostei do artigo
1

Gostou deste artigo?

Partilhe com os seus amigos!

Deixe a sua opinião